BMS 2011

Publicado no Correio Braziliense em 12 de junho de 2011. Foto divulgação BMS.
Clique aqui para ouvir o podcast da matéria entrevista com Alexandre Carrijo na CBN Brasília.


Concordo que a curiosidade ficou acentuada assim que ouvi pelo microfone o anúncio de que as inscrições para o I Brasília Multisport estavam abertas e todos que fizessem o registro naquela noite de gala receberiam numeral eterno. Contudo, antes mesmo de responder à próxima pergunta – e afinal isso serve para quê? – ouvi outro chamado, pelo mesmo microfone.

- Weimar Pettengill está aqui. Escolha um número!
- 12, meu número da sorte, gritei animado. 

Pronto. Estava inscrito. 

- Mas é para fazer o quê, Diana?
- Tranquilo. Pedalar 72km, remar 33 e correr mais 30.

Confesso. Liguei no outro dia para o Alexandre Carrijo. Apesar de todo o meu empenho, ele insistiu que estava em perfeito gozo das faculdades mentais. Tentei a Diana Nishimura, apelei para o lado feminino, nada.

- Weimar, me disse fazendo voz de pouco caso, se você quiser posso fazer sua inscrição na prova curta. Só que vou colocar na ficha o nome Weimar Amarelô Pediu Pra Sair Pettengill.

Ainda passei cerca de três dias remoendo, sem acreditar que havia topado. Faltavam 40 dias para o evento, e eu nunca havia corrido mais de 18km. Treinador, nutricionista, foco e determinação. E engole o choro.

Isso aconteceu em 2008. Foi a motivação que eu precisava para entender que levamos da vida nossas experiências: podemos ficar deitados, como diz a letra, esperando a morte chegar, ou ver onde essa estrada vai nos levar.

Na próxima semana estarão abertas as inscrições para a quarta edição do BMS e eu estarei lá, com o número 12, pronto para saber onde essa estrada vai me levar.

Em 2011 a prova foi reconfigurada e acontecerá na Fazenda Taboquinha, um oásis de trilhas no altiplano leste, distante de Brasília apenas 25km. E a grande novidade, aplaudida e festejada: moutain bike no lugar da speed. O verdadeiro desafio do cerrado.

BMS SHORT 29K

O percurso “light” de 29km é dividido entre 7km de corrida rústica, 4km de kaiak – fornecido pela organização, e 18km de moutain bike, nas categorias solo, dupla e revezamento de trio.

BMS LONG 69K

Já para os que gostam de uma dose dupla caprichada, “on the rocks”, o percurso terá 69km, sendo 17km de corrida em trilhas e estradão, 17km de kaiak – cada competidor dever ter o seu – e outros 35km de moutain bike, em terreno variado, com trechos técnicos e um bom desnível, com as mesmas configurações: solo, duplas e trios.
As informações estão em vivabrasilia.com e as inscrições estarão abertas entre 13 de junho e 18 de julho, mas se você está cogitando enfrentar o desafio, garanta já a sua: as vagas são limitadas. Agora, se vai Amarelar... 


Weimar Pettengill

Comentários

Postagens mais visitadas