Paralelo 15 - Salar de Uyuni a La Paz

Meu dia começou conhecendo um anjo. Essa suíça da foto. Há quatro meses está pedalando pela América do Sul. Saiu da Argentina, passou pelo Paraguai, Chile, e agora atravessa a Bolívia rumo ao Peru. Me disse que está com pressa, que talvez não faça o plano original, deixando de lado o Equador.

Foram cerca de 5 minutos de conversa, na margem do Salar do Uyuni. Combinamos de fazer snow board na Suíça, e a convidei para pedalar no Brasil. Nos cumprimentamos, e eu saí de lá com a certeza de ter encontrado um anjo. Há tempos não me emociono assim.

Os primeiros (e terríveis) 200 km de hoje foram chorando, sorrindo, parando para fotografar, gritar, rolar na terra, e visitar mentalmente a casa de cada um dos meus amigos - irmãos. Nem vi o tempo passar.




Até que entendi a benção do anjo no Salar. O tambor da gasolina extra furou, quando entrei no asfalto atropelei a traseira de um caminhão e depois furou o pneu. Graças a ela nada de ruim aconteceu: risos!
Dirigindo na Bolívia, confie plenamente nos cachorros e nas vacas. Eles não entrarão na sua frente. Acredite com parcimônia nas llamas, mas nunca nos motoristas de ônibus e de caminhão.


Comentários

João Paulo SP disse…
Carregadíssima a suíça. Essas viagens de bike são muito boas. A interação com tudo no caminho é intensa, aproveita-se cada detalhe da paisagem. Pena que a estrutura aqui no Brasil e América do Sul não favoreça muito esse tipo de transporte, viajar pelo acostamento disputando espaço com os carros e caminhões é bem complicado.
E a questão do combustível, já se adaptou ao método boliviano de abastecimento?
Abs!
Risos! Tudo que falou é verdade, mas precisamos ir! E como tem gente indo!!!! A gasolina, agora, tirei de letra! Abraço

Postagens mais visitadas