Santa Cruz de La Sierra - Bolívia

Santa Cruz é uma cidade encantadora e, com a ajuda do novo amigo Fred Otto, ajuda a entender a identidade do que se chama hoje Bolívia. Dos sentimentos de nacionalismo, às diferenças entre a parte hispânica e a indígena. Da colonização jesuíta à Ordem Menonita - russos, canadenses, americanos e paraguaios unidos em uma comunidade fechada, inventiva, que vive padrões únicos e antigos.

Os eternos problemas fundiários, a busca incessante pelo básico, questão de sobrevivência. Sem falar no socialismo que está sendo implantado, a forceps, a começar pelos recusos vitais: água, combustíveis, controle do judiciário, do legislativo.

A ilha com vocações separatistas chamada Distrito Santa Cruz, que tantas vezes se rebelou, apresenta uma incrível tolerância entre o luxo e o lixo, entre o centro de consumismo com marcas mundiais e os mercados populares, com comida, insumos de toda natureza, e o esgoto a céu aberto.

Em todos os lugares, porém, a sensação de segurança física, que fique claro. No meio de uma grande insegurança política, que compromete qualquer imagem de futuro deste país. Estou lendo, chocado, o livro Las Tensiones Creativas de La Revolución, de Álvaro García Linera, Vicepresidente del Estado Plurinacional de Bolivia. Incrível o que se materializa.

 Praça Central de Santa Cruz, com monumento aos revolucionários da libertação, arquitetura hispânica com os famosos pasillos (calçadas cobertas para afastar o calor), e uma belíssima igreja.

 





Vista de um café implantado em um prédio revitalizado.


Ponte sobre o Rio Grande, quase 1.000 metros de extensão, com cerca de 50 metros de rio. O que sobrou em meio a um areal desértico. Separa a cidade de um luxuoso condomínio residencial, o Urubó.


Mercado do Plano 3000, uma densa área populacional do subúrbio de Santa Cruz, onde os "coqueros" compram a folha de coca. Utilizam várias folhas com um tipo de bicabornato, para facilitar a salivação, e ficam o dia inteiro com a maçaroca no canto da boca, ligados. O gosto é horrível!



Comentários

Muito bom o post. Eu moro aqui com Neto em SC. Abraçao e boa viagem pra Cocha...

Postagens mais visitadas